Daniel 2:1-3, 26-45 e Mateus 1:18-25

O que você quer para a sua vida este ano? Quais são os seus projetos? A resposta para as duas perguntas caminham na mesma direção? Os anos mudam e nós pensamos que tudo vai mudar junto com a passagem de ano, mas não é um novo ano que traz a mudança para as nossas vidas.

O texto de Mateus narra o nascimento de Jesus, o nascimento que mudou toda história. O texto de Daniel fala de uma estátua que é destruída por uma pedra até tomar toda a terra. A estátua de Nabucodonosor fala de todas as tentativas humanas para resolver os problemas humanos sem levar em conta a vontade de Deus. Ela representa, por exemplo, a nossa tentativa de fazer com que a nossa vide mude todos os anos sem buscar a direção de Deus nesta mudança.

A pedra é Jesus e a montanha é o reino de Deus ou o reino de Jesus. Jesus traz fim à era da estátua e cria a era da redenção. Ele é a pedra solta não por mãos humanas, é a implantação do Reino de Deus na terra. Quando esta pedra atinge a nossa vida, ela destrói a nossa vontade e constrói nas nossas vidas a vontade de Deus. Apenas essa pedra pode mudar a nossa história e a história do mundo.

Deus conta com pessoas que foram preparadas pelo Espírito Santo para que o Reino de Deus aconteça. Essas pessoas na história foram José e Maria. Os judeus não conseguiram entender que Deus opera através de pessoas simples, porque eles se baseavam no método da estátua. O método de Deus fazer a mudança nas nossas vidas não tem nada a ver com o método da estátua. Enquanto a estátua representa poder e domínio, a pedra representa humildade e serviço.

Não é a mudança de ano que pode mudar a ideologia que opera em nós, prova disso é que embora muitos anos tenham se passado, a ideologia da estátua ainda está em muitos de nós e precisa ser despedaça pelo impacto da pedra nas nossas vidas através do novo nascimento. O poder da pedra é tão abrangente que pode mudar a tudo e a todos.

José e Maria estavam sob o poder a pedra. Eles foram moldados durante toda sua vida para entender que a vontade de Deus está acima de tudo, até mesmo reputação e segurança pessoal. José e Maria são gente produzida pelo Espírito Santo. Eles são gente para quem a vontade de Deus é prioridade e para quem nenhum custo é alto para que o nome de Deus seja glorificado.

Eles estavam disponíveis para o Pai e da mesma forma o Espírito Santo quer nos conduzir para que estejamos totalmente disponíveis quando Ele precisar de nós. Ele pode usar situações favoráveis e desfavoráveis para isso. Podemos saber que o Senhor está investindo em nós todas as manhãs quando ganhamos mais um dia para nos arrependermos e nos convertemos.

O Senhor tem um trabalhar suave e sútil, trabalha com amor, mas exige uma resposta de nós como exigiu de Maria em Lucas 1:38 e de José em Mateus 2:25-25. Ele quer que nós tenhamos a mesma prontidão e disponibilidade que eles tiveram, mas Ele é paciente, porque o tempo Dele é diferente do nosso. O tempo de Deus é perfeito, por isso vale à pena colocar qualquer pessoa diante Dele em oração e esperar para que Ele transforme a vida dessa pessoa com paciência e amor.

Enquanto o Espírito Santo trabalha, mas não encontra espaço na vida de um ser humano, Deus se oculta a ele (Mateus 11:25-26). Ele aguarda que abramos a porta e deixamos Ele entrar. Deus se revela aos pequeninos, que são os que estão disponíveis para serem usados pelo Senhor. Nos fazemos pequeninos quando não resistimos a Deus. Os pequeninos não são apenas servos, mas são também amigos do Senhor.

Só o Espírito Santo pode produzir em uma pessoa um coração de pequenino que está disponível para o Senhor.

 

Pregação resumida de Pr. Rick Jorge