Sobre Nós

[tab]

[tab_item title=”Nossa História”]

“Todo o trabalho que é direcionado para a honra e glória de nosso Senhor Jesus que frutifica, quando feito de coração e alicerçado na palavra.”

Em 1º de Julho de 1994, o Pr. Samuel de Freitas Salgado e um grupo de aproximadamente quinze pessoas, iniciaram na Rua do Orfanato, nº 1000, no bairro de Vila Prudente/SP, a Igreja Evangélica Missão Gente de Jesus com o objetivo de prestar culto a Deus em espírito e em verdade.

A Missão Evangélica Gente de Jesus passou por diversas batalhas. Dentre todas, a mais árdua foi travada no ano de 1994, no início do ministério, quando aconteceu um incidente:

A residência, na qual, realizavamos os cultos, sofreu um desabamento. Felizmente não havia ninguém no lugar naquele momento, mas ainda assim nos entristecemos, porque ao depararmos com a situação, sentimo-nos impotentes diante daquela tragédia. Naquele período, tínhamos poucos recursos humanos e financeiros disponíveis, e, além disso, pagávamos um alto valor do aluguel no imóvel. Entretanto, em meio a todas as dificuldades, tínhamos a certeza de que Deus cumpriria as suas promessas. Firmados nelas, seguimos em frente, sempre confiantes, provando diariamente os milagres e a presença constante de Deus. Durante esse período, os cultos foram realizados a céu aberto e sobre os entulhos, todavia, aquele pequeno grupo de irmãos não desistiu diante desses obstáculos. Ao contrário, com o auxílio de Deus, reergueram uma casa maior e bem mais confortável que a anterior.

Quando prevíamos que a batalha havia terminado, fomos surpreendidos pelo proprietário do imóvel, que triplicou o valor do aluguel. Por esse motivo, mudamos, no dia 11/06/96, a nossa sede para um salão maior localizado na Av. Piranguçu nº 191, no Jardim IV Centenário.

A partir daí, o nosso crescimento alavancou rapidamente e a igreja se organizou administrativa e espiritualmente. Em 13/11/2001, com muito esforço e dedicação da igreja, adquirimos o tão sonhado terreno localizado à Av. Piranguçu, 348, no Jardim IV Centenário. E no dia 15/11/2002, deu-se o início da construção do templo, sendo o término parcial da obra no dia 11/06/2003. Nesse dia, realizamos o 1º culto nas novas dependências, onde louvamos e agradecemos a Deus pelas bênçãos alcançadas. Hoje, a Missão Evangélica Gente de Jesus, encontra-se com um total de 300 membros e uma média de 320 pessoas nos cultos aos finais de semana.

Em 12/09/2005 foi fundada a Faculdade de Teologia IV Centenário juntamente com o Instituto Âncora de Ensino, órgão mantenedor da Faculdade que teve sua primeira turma formada em 2010. Além disso, o Instituto também mantém a “Revista Âncora” que nada mais é do que uma revista digital de estudos em religião, que vem para complementar o projeto do Instituto e fornecer à faculdade um caminho de intercâmbio e divulgação de trabalhos de pesquisadores-docentes.

Atualmente a Missão Evangélica Gente de Jesus tem como meta a compra do terreno ao lado, que hoje serve de estacionamento para a igreja. A ideia é não só ampliar nossas instalações, mas também construir uma escola de ensino médio e fundamental que venha beneficiar a comunidade e alcançar a sociedade carente da região com ensino de qualidade e oportunidade para todos.[/tab_item]

[tab_item title=”Nossa Missão”]

Nossa missão é preparar e equipar o povo de Deus para o Serviço.

Sabemos que a Igreja foi criada por Deus para continuar o ministério do nosso Senhor Jesus Cristo no mundo – para perpetuar o que Ele fez e para fazer o que Ele faria caso ainda estivesse aqui. Deus deseja que continuemos, por meio de seu corpo espiritual que é a igreja, a boa obra que realizou através do seu corpo físico. (Atos 1:8)

Entendemos que a nossa Missão como igreja é:

– Preparar e equipar o povo de Deus para o Serviço de Adoração

Adorar a Deus é o primeiro propósito da Igreja, porque quando adoramos a Deus expressamos nosso amor por Ele. Adoração não se restringe ao levantar de braços dentro do templo, mas também é feita quando nos encontramos a sós, em casa, no trabalho etc (João 4:23). Adoração é um estilo de vida e, portanto, nossa missão é preparar e equipar o povo de Deus para centralizar suas vidas no Senhor e assim gerar o desejo de servi-lo. (Mateus 4:10 e 22:37-40).

– Preparar e equipar o povo de Deus para o Serviço de Edificação

A edificação é um trabalho mútuo dos membros do corpo de Cristo (Igreja) e não apenas dos líderes da Igreja, mas cada membro tem a responsabilidade de contribuir para isso (I Coríntios 12:27-31), pois todos os membros da igreja possuem algum dom. Por isso, prepararmos e equipamos o povo de Deus através da comunhão e do ensino para que descubram o seu dom e desempenhem seu ministério.

– Preparar e equipar o povo de Deus para o Serviço de Evangelizar

A tarefa de evangelização não é algo opcional e sim uma ordem (I Coríntios 9:16), portanto nossa missão é preparar e equipar o povo de Deus com as ferramentas da “autoridade” e “capacidade” que Cristo nos deu para o serviço da evangelização local, expansão ou fundação de igrejas, missões nacionais e transculturais. (Mateus 28:18-20; Atos 1:3).

– Preparar e equipar o povo de Deus para o Serviço Social

A Igreja tem responsabilidade de praticar atos de amor e compaixão cristã tanto para os que creêm como para os que não creêm, pois Jesus se importava com os problemas dos necessitados, doentes e marginalizados pela sociedade (Mateus 10:25-37 e 25:31-46). Por isso, prparamos e equipamos o povo de Deus para viver a “Lei da Liberdade” (Tiago 1:19-27).[/tab_item]

[tab_item title=”No que cremos”]

– Em um só Deus que subsiste eternamente em três pessoas: o Pai, o Filho e o Espírito Santo (Mt 28:19; Jô 15:26; I pe 1:2; Mc 12:29).
– Na inspiração verbal da Bíblia Sagrada, única regra infalível de fé para a vida e para o caráter cristão (II Tm3:14-17).
– No nascimento de Jesus pelo poder do Espírito Santo através de uma virgem, em sua morte pelos pecadores, em sua ressurreição corporal dentre os mortos e em sua ascensão vitoriosa aos céus (At 2:32; At 1:9).
– Na pecaminosidade do homem a qual o separou da glória de Deus e em que somente o arrependimento e a fé no sacrifício de Jesus Cristo pode restaura-lo a Deus (Rm 3:23; 6:23; Jô 14:6).
– Na necessidade absoluta de nascermos para Deus pela fé em Cristo, pelo poder vivificador do Espírito Santo e da palavra de Deus que nos dá livre acesso ao Reino dos céus (Jô 3:3-8).
– No perdão dos pecados, na salvação presente e na eterna justificação da alma recebida gratuitamente de Deus pela fé no sacrifício efetuado por Jesus Cristo em nosso favor (At 10:43; Rm 10:13; Hb 7:25; 5:9).
– No batismo bíblico efetuado por imersão do corpo inteiro de uma só vez em águas, em nome do Pai, Filho e Espírito Santo, conforme determinou o Senhor Jesus (Mt 28:19); e na celebração da ceia do Senhor como memorial à sua morte até a sua volta para buscar sua igreja vitoriosa (Lc 22:19-20; I Co 11:23-26).
– Na necessidade e na possibilidade que temos de viver uma vida santa mediante a obra de Jesus no calvário que nos regenerou (II Co5:17); pelo poder santificador do Espírito Santo que é quem nos capacita a vivermos como Jesus (Rm 8:29; I Co 11:1; II Co 3:18).
– Na distribuição dos dons espirituais pelo Espírito Santo a cada membro do corpo de Cristo com o propósito de edificar a igreja para glória de Deus (I Co 12:1-12).
– Que todos os cristãos comparecerão ante o tribunal de Cristo para receber a recompensa pelo que tiver feito em prol do Reino de Deus (II Co5:10).
– No juízo divino, que justificará os fiéis e condenará os infiéis ao inferno e ao lago de fogo (Ap 20:11-15).
– Na vida eterna de gozo e felicidade inexplicáveis aos fiéis e de tristeza e tormentos inexplicáveis aos infiéis (Mt 25:46).[/tab_item]

[/tab]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *